O processo de seleção de uma organização, tem como principal objetivo colocar a pessoa certa, no cargo certo. Por isso, quase sempre mantem um mesmo padrão de investigação. Isso porque o profissional de Seleção precisa reunir o máximo de informações para ser o mais assertivo possível no momento da escolha do candidato.

Veja as 20 perguntas mais utilizadas em entrevista de emprego, para que você já possa ir se preparando. Não esqueça que essa relação deve servir para que você reflita sobre os motivos reais que aconteceram no decorrer de sua carreira. Não as utilize para criar respostas perfeitas, pois em hipótese alguma elas poderão o auxiliar num processo de seleção. A verdade sempre é a melhor escolha!

  1. Fale sobre você

Não existe regra. Cada entrevistador tem uma expectativa. No geral, o selecionador quer saber mais sobre você no âmbito profissional e também pessoal. Fale sobre coisas que você gosta de fazer, e relate um pouco sobre as atividades de desenvolvimento que tem buscado para seu aprimoramento.

  1. Quais são seus objetivos em curto prazo?
    Todo profissional precisa ter metas claras, para que possa ter energia o suficiente para se superar a cada dia. Metas de 6 ou 12 meses nos ajudam a manter o foco. É necessário entender sobre a empresa ao qual você esta passando pelo processo seletivo, para que avalie se realmente a proposta é significante para sua carreira. Pois o entrevistador fará esse link, logo após seus relatos. Tendo isso em mente, é só ser honesto.
  2. Quais são seus objetivos em longo prazo?
    Da mesma maneira que os objetivos de curto prazo são importantes para nossa motivação do dia a dia, nossos objetivos de longo prazo dão sentido a nossa vida. Sempre reavalie seus objetivos com muito critério, pois ele serão a base de nossas conquistas. Não confunda objetivos com sonho. Seja sempre muito realista ao determinar objetivos de longo prazo para você.
  3. Como você lida com as pressões do trabalho?
    É importante você avaliar como lida com pressões no seu dia a dia. Pois a partir dessa reflexão, você terá mais segurança ao escolher um trabalho. Se você não possui habilidades para lidar bem com pressão, precisa buscar funções que ao qual a pressão não é um integrante do dia a dia. Mesmo assim, saber lidar com pressão sempre acaba sendo um grande diferencial, principalmente neste cenário extremamente competitivo.
  4. Por que devemos contratá-lo?
    Dizer que você tem sede de aprender, de crescer profissionalmente e de contribuir com a empresa não é exatamente a resposta mais adequada para este questionamento.
    Você deve ser categórico ao expor como pode colaborar com o desenvolvimento da organização, e qual contribuição efetiva acredita que pode oferecer para a empresa.
  5. Como você poderá contribuir para o desenvolvimento e crescimento da empresa?
    Uma vez que você disse logo acima que pode colaborar com o desenvolvimento da organização, agora você precisa dar exemplos efetivos de como pretende oferecer essa contribuição. Não seja prolixo. Aqui quando mais detalhado for sua resposta, melhor.
  6. Quais foram suas maiores realizações profissionais?
    Agora cite exemplos de como você contribuiu com as organizações aos quais você ja tenha trabalhado. . Procure falar sobre as realizações mais relevantes em sua vida profissional que estejam atreladas às expectativas ou ao negócio da empresa.
  7. Quais são seus pontos fortes?
    Nada de ser redundante. Entenda profundamente quais são seus pontos fortes, pois esse será o momento ideal para falar sobre eles.
    Pergunte-se: o que os seus colegas de trabalho diriam positivamente de você? Pense em sua rotina profissional e escolha as qualidades que mais o definam no trabalho.
  8. Quais são os seus pontos a desenvolver?
    Ninguém é perfeito, e entenda que o entrevistador ja sabe que você também não é. Seja sincero ao falar de seus pontos fracos, mas deixe claro o que você tem feito para desenvolver esses pontos. Demonstre ao selecionador evolução. Isso é o que ele busca neste momento.
  9. Qual é o seu maior sonho?
    Para responder esta pergunta, preste realmente atenção as coisas que são extremamente importantes em sua vida. Respire e responda com muita sinceridade qual é seu maior desejo. Não precisa ter ligação com uma meta atingível, mas um desejo alinhado ao seus valores.
  10. Por qual motivo você saiu da empresa anterior?
    Diga os motivos pelos quais você precisou sair dos empregos anteriores, mas preze pela ética. Nada de falar mal da antiga empresa ou do chefe. Deixe claro que a decisão que você tomou, não foi por motivos pessoais.
  11. Por que ficou pouco tempo nos empregos anteriores?
    Ficar pouco tempo em um ou outro emprego nao tem problema algum. Agora ter um currículo ao qual você possui uma experiência a cada 6 meses, e no relato de motivos de saída você deixa claro que nenhuma dessas empresas oferecia as condições adequadas para você continuar, pode ser um grande problema que você terá de contornar. Para resolver esse problema, você terá que amando ou odiando permanecer em seu próximo emprego mais que dois anos. Isso para equilibrar os empregos anteriores de pouco tempo. Por isso pense bem antes de escolher uma vaga. Pois você terá que se dedicar muito para voltar a deixar seu perfil competitivo no mercado.
  12. Por que está há tanto tempo no emprego atual?
    Se você possui o perfil oposto, ou seja, sempre trabalhou no mesmo lugar, ou está a um bom tempo na mesma empresa, também pode se tornar um problema se nao souber equalizar essa situação. Deixe claro todos os pontos favoráveis que o mantiveram no seu atual emprego, mas também deixe claro qual esta sendo seu motivo de reavaliação. Demonstre segurança ao detalhar estes motivos, para que o entrevistador não entenda que você pode desistir da vaga no meio do processo seletivo.
  13. Você já recebeu críticas sobre o seu trabalho? Como reagiu?
    Críticas são sempre bem-vindas, pois nos ajuda a perceber os erros para não cometê-los novamente. Tente lembrar de uma critica bem dura que você tenha tomado, e o quanto ela te ajudou no processo de amadurecimento. Não vale falar que nunca recebeu uma critica, pois esse tipo de resposta sempre é visto de maneira bem negativa pelo entrevistador.
  14. O que você considera importante em uma empresa?
    Adoro essa pergunta, pois aqui é possível avaliar se o candidato possui ou não noção de realidade. Neste momento é importante você conhecer um pouco sobre a organização ao qual esta concorrendo a vaga. Se nao souber, pode ser o momento adequado para efetuar a pergunta inversa ao entrevistador. Mas lembre-se, nunca devolva uma pergunta com outra pergunta em um processo seletivo. Então primeiro diga o que você busca em uma organização, e só depois questione sobre a cultura da organização em questão.
  15. Como você se comporta no trabalho?
    Fuja do trivial: sou pontual, dedicado, comprometido, responsável, flexível e sei trabalhar em equipe. Poxa, toda empresa espera que o comportamento mínimo de um colaborador seja esse. Busque aqui ressaltar comportamentos bem pontuais que você possui perante uma situação profissional, tipo: Foco na resolução de problemas, viso resultados…
  16. Com que tipo de pessoa você prefere trabalhar?
    Cuidado! Num ambiente de trabalho precisamos estar preparados para lidar com todo tipo de pessoas, mas que claro que nos identificamos mais com alguns tipos. Ressalte qual o tipo de pessoas que prefere trabalhar, mas deixe claro que você é maduro o suficiente para conseguir se relacionar com qualquer tipo de profissional.
  17. Com que tipo de pessoa você encontra dificuldade em trabalhar?
    Pense em características que atrapalhem o clima da organização e acabam influenciando negativamente o rendimento no trabalho, e diga como você faz para se relacionar com essas pessoas, mesmo tempo mais dificuldades.
  18. Por que você escolheu essa carreira?
    Agora é o momento em que você dará sua cartada final. Aqui você precisa ser firme ao justificar sua escolha de carreira. Nada de falar que escolheu a carreira por falta de opção, ou por que você simplesmente seguiu o conselho de alguém. Seja protagonista da sua trajetória profissional.
  19. Como você se comporta quando algo não sai como planejou?
    Persistência. Aqui o entrevistador busca ter a certeza de que você correrá realmente atrás de seus objetivos, sem colocar a responsabilidade nas costas de ninguém. Quanto mais exemplos de situações em que você precisou dar a volta por cima para não desistir de algo que planejou melhor!

Por fim mas não menos importante, não esqueça de que quem faz as perguntas deve ser o entrevistador e não você. Fale nos momentos oportunos, e busque apenas responder o que o entrevistador lhe solicitou. Nada de ficar perguntando sobre horário de trabalho e benefícios. Esses profissionais que buscam primeiro saber  sobre seus direitos antes de entender seu deveres, não possuem vida longa em um processo seletivo. Entenda que antes de exigir algo, você precisa oferecer algo!

Tatiane Souza