Hoje se tem uma visão um pouco deturpada a respeito do RH. Entende-se que o RH é o departamento que trata de todos os assuntos que não interessam a outras áreas, ou que o profissional de RH é um staff para resolução estritamente de conflitos e desmotivação. Pouco se sabe, é o que o RH pode fazer muito mais a respeito de assuntos que realmente podem ser rentáveis a empresa.

O RH por exemplo pode ser uma verdadeira fonte de atração de novos talentos para a organização, desde que o mesmo tenha seu papel exercido de maneira adequada na empresa, e que seus projetos sejam realmente levados em consideração.

O RH pode se tornar estratégico se a diretoria da empresa fornecer subsídios para tal, e também lhe oferecer credibilidade e confiança.

O verdadeiro profissional de RH atualmente está em plena formação, pois inclusive eles ainda não estenderam seu real papel. Não entenderam que de nada vale políticas bem elaboradas, se as mesmas não fizerem parte do DNA da empresa.

O RH funciona de acordo com a filosofia de negocio do idealizador da empresa, dos diretores ou gerentes da mesma. Não adianta o RH trabalhar de acordo com o que ele acha correto e os diretores ou gerentes da empresa não compartilharem da mesma ideia. Isso faz com que a empresa como um todo perca: O RH perde, o funcionário perde, o cliente perde…

Precisamos começar a pensar no RH estratégico realmente, formado por profissionais que entendam de Gestão, que entendam de negócios, que entendam de números. Precisamos de pessoas que gostem de lidar com pessoas. Pois somente dessa maneira todos os envolvidos saem lucrando. O funcionário por estar em uma empresa que lhe possibilita crescimento de acordo com seu próprio mérito. O RH que trabalha políticas que realmente farão diferença no futuro da empresa. E por fim a empresa que ganha muito mais mercado por possuir uma filosofia de trabalho empregada na verdade, na sua realidade de fato.

Tatiane Souza