Vamos aproveitar a sensibilização ao esporte por motivo das Olimpíadas de Londres e vamos repensar um pouco como esses atletas adquirem sua capacidade máxima traduzida em resultados.

O atleta nasce com uma pré-disposição a um dado esporte, mas o que o faz campeão é sua predisposição a ultrapassar barreiras e vencer desafios. Em nossa carreira as coisas não acontecem de forma diferente.

Nossa capacidade em superar obstáculos e desafios superam nossa habilidade técnica para algo.

Pois bem, vamos fazer um comparativo com o Atleta de Ginastica Olímpica Diego Hypolito que deu uma entrevista que particularmente me comoveu.

Ele tinha acabado de ser desclassificado do campeonato onde passou anos treinando, e sua preocupação maior era com as pessoas que tinham acreditado nele:

-Desculpa mesmo. Cai. Mais uma vez numa Olimpíada eu saio caído…

– Está todo mundo ai. Minha mãe, meu pai. Eles vieram aqui fazer a maior festa e eu acabei com a festa mais uma vez…

-Eu só posso pedir desculpas pelo meu fracasso, mais uma vez…

Enquanto todo mundo pode estar pensando, estão vendo? O que adianta passar horas e horas, anos e anos treinando para ter esse fim?

Eu penso que esse desabafo pode retratar o comprometimento de uma pessoa não somente com ela mesmo e sim com todas as pessoas que fazem parte de sua historia.

Trazendo para uma relação com o mercado de trabalho. Muitas vezes pessoas, empresas investem em nós criando uma expectativa de vitorias para nossa carreira, e nós com uma mentalidade individualista, pensamos somente nos nossos desejos, nossas vontades e nossos caprichos, dando um dane-se para o restante.

O treinamento precisa estar vivo em nossa trajetória profissional, pois é ele que vai trazer oxigênio para nossas vitorias e conquistas.

Precisamos utilizar essa ferramenta para nos potencializar e também para nos fazer refletir que outras pessoas também acreditam em nosso potencial e que não podemos fechar os olhos a essa situação.

Precisamos ter compromisso com nós mesmos, mas também precisamos saber que sempre podemos melhorar, e que muitas pessoas e talvez um universo corporativo todo, conte com nosso esforço e conte com nosso talento.