Sabemos da importância de uma política salarial tanto para a empresa quanto para os Colaboradores. A saúde do negócio está nas mãos de seus colaboradores, e por isso, a política salarial para remuneração dos mesmos necessita ser pensada de maneira correta e inteligente. A segurança para essas pessoas pode ser um grande diferencial, porém o que a grande maioria dos profissionais buscam, é a possibilidade de desenvolvimento e melhoria continua.

A liderança por sua vez, também possui um grande papel para retenção de talentos dentro de uma organização, pois os mesmos fazem a ponte direta no que se refere as expectativas da empresa e as expectativas de seus colaboradores. Uma gestão correta faz com que essa relação se torne o mais sadio possível, obtendo melhores dos resultados.

As empresas precisam realmente buscar seu autodesenvolvimento através do desenvolvimento de seus colaboradores, e assim atingir o sucesso e o grande diferencial competitivo que o mercado busca incessantemente.

Em suma, as empresas estão se adaptando as exigências do mercado e formando sua própria mão de obra, por isso os salários iniciais geralmente são de funções básicas. Após o treinamento é que percebemos gradativamente uma evolução salarial.

Funções como: Serralheiro, Marceneiro, Montador, são pequenos exemplos de funções que as empresas por si só estão buscando treinar internamente.

As empresas estão percebendo que não podem simplesmente cruzar os braços e culpar os Órgãos públicos pela falta de qualificação do mercado, porque a situação de qualquer maneira não se resolverá do dia para noite. Perceberam que precisam sim de um diferencial competitivo para sua empresa e que este diferencial competitivo está na Gestão correta de seus talentos.

 

Tatiane Souza